EN2
Estrada Nacional 2
Roteiro
3 dias

Concentrado de emoções. Esta é sem dúvida uma das formas de descrever o que portugal nos oferece de norte a sul. Em pouco mais de 700 km de norte a sul, descobrimos serras, vales, planícies, mar, rios, albufeiras de cortar a respiração, praias das melhores do mundo, património classificado, verdadeiros tesouros gastronómicos e muito, muito mais…

[treweler map-id=”49″ width=”100%” height=”40em”]

Dia 1

Chaves

Onde tudo começa ou acaba nesta rota da EN2. Seja qual for a situação, é em grande! Chaves é a capital da região do Alto Tâmega e uma das cidades mais antigas do país. Por ser pequena, é ideal para se percorrer a pé enquanto se aproveita o ar puro e descobrem recantos atrás de recantos.

A não perder:

Ponte Romana de Trajano

Foi construída no período da Romanização (cerca de 104 D.C.) e é um dos “postais” da cidade. Famosa pelos seus doze arcos visíveis sobre o rio Tâmega, é uma peça de engenharia notável da época e que esteve em funcionamento pleno até à década de 50 do séc. XX, altura em que passou a ser apenas pedonal. É um cenário notável para as fotografias de final de tarde! A 150 metros desta ponte, numa rotunda, está o marco que assinala o início ou o fim desta rota da EN2.

Trajano roman bridge

Torre de Menagem do Castelo de Chaves

Do castelo original apenas resta esta Torre de Menagem, rodeada por um jardim onde foram expostas ao longo dos tempos algumas peças museológicas da região. A não perder é a subida ao alto da Torre e registar a panorâmica única de todo o vale de Chaves.

Trajano roman bridge
portugal-routes_600_1_view-roman-bridge-that-crosses-river-tamega-chaves-portugal-(1)

Centro histórico e as varandas da Rua Direita

Andar a pé pelas ruas arrumadinhas do centro histórico e percorrer com os olhos as várias varandas suspensas é um dos passeios obrigatórios em Chaves. É na Rua Direita que estas famosas varandas mais se destacam. Típicas desta zona, nasceram da necessidade de “alargar” um pouco a área destas pequenas casas. Cada uma de sua cor e de seu feitio, foram-se tornando ao longo dos anos num dos locais a constar de qualquer roteiro da cidade.

Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso

Concentra dois nomes enormes da cultura portuguesa. O mundialmente conhecido Arquiteto Siza Vieira, responsável pelo projeto do edifício, e o pintor natural de Chaves Nadir Afonso, um dos mais notáveis artistas plásticos portugueses do século passado.

Vidago

Região termal de renome internacional, é famosa pelas suas águas gasocarbónicas e alcalinidade acima da média. Não menos famoso é o Vidago Palace Hotel com a sua majestosa fachada rodeada de árvores centenárias. Uma autêntica fotografia que parece ter ficado parada no tempo de suas majestades.

Vidago Palace Hotel
Para provar:
Pastel de Chaves

Produto de indicação geográfica protegida, é um pastel de massa folhada muito fina com carne picada no interior. É a delícia gastronómica por excelência da cidade!

Folar de Chaves

Típico desta região transmontana, o folar de carne (também conhecido por bola de carne) é uma mistura deliciosa de massa e carnes da região.

Presunto de Chaves

Portugal tem muitas regiões conhecidas pela produção de presuntos de exceção. Mas são os de Chaves que têm reunido ao longo dos anos a unanimidade de serem considerados um dos melhores do país!

Torre de Menagem do Castelo de Chaves

Do castelo original apenas resta esta Torre de Menagem, rodeada por um jardim onde foram expostas ao longo dos tempos algumas peças museológicas da região. A não perder é a subida ao alto da Torre e registar a panorâmica única de todo o vale de Chaves.

Centro histórico e as varandas da Rua Direita

Andar a pé pelas ruas arrumadinhas do centro histórico e percorrer com os olhos as várias varandas suspensas é um dos passeios obrigatórios em Chaves. É na Rua Direita que estas famosas varandas mais se destacam. Típicas desta zona, nasceram da necessidade de “alargar” um pouco a área destas pequenas casas. Cada uma de sua cor e de seu feitio, foram-se tornando ao longo dos anos num dos locais a constar de qualquer roteiro da cidade.

Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso

Concentra dois nomes enormes da cultura portuguesa. O mundialmente conhecido Arquiteto Siza Vieira, responsável pelo projeto do edifício, e o pintor natural de Chaves Nadir Afonso, um dos mais notáveis artistas plásticos portugueses do século passado.

Title
Title